Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f
topo novo

Por uma Antropologia do Curso da Vida: transformações na velhice, identidades sexuais e de gênero e a assunção dos ?idosos LGBT

Atualizado em 15/03/17 01:57.

Este projeto de pesquisa tem por objetivo investigar sob uma mirada antropológica a duas questões inter-relacionadas: a primeira, mais ampla, se volta para a investigação da produção sociocultural de momentos do curso da vida como infância, juventude, vida adulta, meia idade e, em especial, a velhice em termos de práticas sociais e reconfigurações contemporâneas em particular no que diz respeito as relações de gênero e sexualidade. A segunda, mais específica, se volta a analisar as maneiras como um campo relativamente recente de conhecimento e gestão da velhice denominado de "gerontologia LGBT" tem analisado - e também instituído - novos sujeitos, no caso: os "idosos LGBT". Esse campo tem estabelecido práticas contemporâneas de gestão institucional da velhice, especialmente aquelas direcionadas a experiências sociais que entrelaçam o cuidado na velhice, assim como homossexualidade e identidade de gênero. E para tanto, toma-se como campo empírico a análise das políticas de gestão da velhice implementadas por duas instituições voltadas a atuação exclusiva com ?idosos LGBT?, as quais se localizam e atuam respectivamente nas cidades de São Francisco e Nova Iorque, ambas nos EUA. Considerando o exposto, a pesquisa envolverá observação-participante, pesquisa documental, levantamento bibliográfico, fílmico e em sites na internet, além da realização de entrevistas em um conjunto de concepções, políticas e profundidade.

 

Coordenação: Prof. Carlos Eduardo Henning

Listar Todas Voltar