Weby shortcut
topo novo
Ato de repúdio ao estupro

Ato de Repúdio ao Estupro Coletivo - um basta à cultura do estupro

O Ser-Tão, Núcleo de Estudos e Pesquisas em Gênero e Sexualidade, apoia e repassa a todos/as o convite para o ATO - Repúdio ao Estupro Coletivo. Pedimos a gentileza de divulgarem em suas redes! Domingo, dia 29 de maio, às 16 horas no Lago das Rosas, Setor Oeste – Goiânia 

Todos vivemos uma imensa indignação resultante do estupro coletivo ocorrido no Rio de Janeiro, na madrugada no último dia 24. A notícia foi divulgada no Twiter e depois no Facebook. O estupro praticado por 30 homens, em uma jovem menor de idade, foi de uma violência indescritível e inenarrável. O mais grave é que este não é o primeiro caso e as estatísticas indicam que, infelizmente, se não fizermos nada, não será o último. Um caso similar aconteceu há pouco anos na Paraíba, inclusive levando à morte de uma das garotas violentadas.  A cada 11 minutos, uma mulher é estuprada no Brasil.

Nossa indignação não pode ser apenas um choro contido e um nó na garganta, ou um pulsar mais forte do coração, com a suspensão temporária da respiração; reações do nosso corpo às barbáries provocadas nas almas e corpos das mulheres, algumas menores de idade.

Ficamos todas machucadas a cada mulher agredida, violentada, exposta e humilhada! Não foram 30 homens contra uma jovem, foram 30 contra todas nós! Todas estamos sujeitas enquanto as vítimas continuarem a ser culpabilizadas, enquanto o estupro for “justificado”, enquanto os homens acharem que isso não é problema deles.

Para darmos um basta à esta forma atroz de violência, chamamos à todas e todos para um ATO em solidariedade à jovem de Santa Cruz (Rio de Janeiro), e em repúdio à violência contra a mulher, ao machismo e à misogenia!

Lutemos nas ruas para que este caso não fique impune!

 

Domingo, dia 29 de maio, às 16 horas no Lago das Rosas, Setor Oeste – Goiânia 

 

O link do evento do Facebook é https://www.facebook.com/events/1712250729047375/

Ato de repúdio ao estupro

 

Listar Todas Voltar